Simplicidade

"Sintaxe à vontade"

11:56

Letras e História

Sentimento simplificado por Caribé |



Parece que todas as páginas foram viradas
E ao mesmo tempo escrevemos as mesmas palavras
Com um risco torto, beirando o ilegível
Com traços que surgem de uma mão invisível

E cada palavra a cantarolar pelos rodapés
Suspensas em bico de pena de linda plumagem
Te descrevo em poema do cabeçalho aos pés
Com tinta ainda fresca borrando as margens

Formando desenhos como se fossem nuvens de nanquim
As folhas embaralhadas dançando conforme o vento
E em cada página formam-se frases
Parágrafos, textos e histórias sem fim

As letras de mãos dadas passeando pela avenida.
Fazendo curvas em acentos e paradas em exclamação.
Todos unidos em família: os tils, os parenteses, as vírgulas.
Passando por todas as barras, seja entre aspas, crase ou cifrão

Eu apóstrofo que simplifico os dizeres
E a linguagem dos olhos é a linguagem que diz
Respeito ao nosso alfabeto
Que já de crianças rabiscamos com giz

Depois de maiúsculos erramos às vezes
Tagarelando depois dos dois pontos
se amando em meio aos colchetes.
Esse amor que inspira os cantos e contos

E como se chama aquela palavra?
Pronome assim não me lembro direito
Interrogo a ação que realiza meu verbo
Somos duas palavras com hífen no meio

De A a Z não nos conhecemos em nosso total
mas nos entregamos pra fé ou até "pá" ciência
Não terá última página nem ponto final
Na nossa história só haverá reticências...




2 Discussões:

Jf. Barbosa disse...

todas letras e palavras sempre revelam a nossa história... somos feitos disso!

belo texto

abraços

susana disse...

nhaaa eu ameeei !!!!!!!!!!
mto bom mesmooo além do que faço letras =x haiuhuaiha ai ai
mto phoda esse texto viu!!
mandou bem!
;***

Postar um comentário

Subscribe