Simplicidade

"Sintaxe à vontade"

08:09

Razões

Sentimento simplificado por Caribé |

Por nenhuma razão eu escrevo.
Nem por amor, tampouco por mania.
Talvez seja por necessidade,
Ou para cuspir em tinta
As frases que meu coração embaralha.
Por nenhuma mania eu sonho.
Não é por esperança, tampouco por razão.
Talvez seja uma maneira que a alma encontra
Para consolar-me das frustrações
Proporcionadas pelas limitações do meu corpo,
E as fraquezas do meu coração.
Já as razões pelas quais eu vivo,
São tantas quantas as faíscas que o sol esquece no mar
Antes de repousar.
É a força que encontro em cada amanhacer,
É a vontade que tenho de sorrir,
E o desejo de ganhar sorriso de volta;
Das manias com as quais convivo,
Nenhuma me tira mais a razão,
Do que gostar,
E gostar sozinho.
E esta solidão, não de companhia,
Mas de sentimento,
É que embaralha os meus pensamentos,
E tornam vãos os meus sonhos.

3 Discussões:

Anônimo disse...

Eu também não entendo, por nenhuma razão eu gosto tando dessa pessoa, talvez seja pq o destino nos colocou frente a frente num final de noite...e desse dia em diante ele me trouxe de presente um grande amigo.
Parabéns são lindas suas palavras que tenho até vergonha de escrever algo aqui....rssss
Beijo grande!
Saudades!
Lu

Jf. Barbosa disse...

Nenhuma razão se quer é capaz de descrever o que sentimos ou escrevemos.
Deixe por ser simplesmente belo.

.Fran. disse...

Por algum acaso ou ocaso estrelado
encontro meus suspiros em tuas palavras
minhas inconstâncias em suas sem-razões...

sempre bom de ler...

inté!

Postar um comentário

Subscribe